sábado, 11 de junho de 2011

Zonais de Juazeiro e Seabra abrem os Jogos Abertos do Interior


As disputas dos zonais de Juazeiro e de Seabra abrem a temporada 2010 dos Jogos Abertos do Interior. O evento, promovido pelo Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia -  Sudesb, vai ser realizado de sexta-feira até domingo (13 a 15/08) e é  considerado o maior campeonato amador da Bahia.
Nestes dois zonais, as equipes estarão competindo nas quadras das  cidades-sedes, em disputas de  partidas nas  modalidades de handebol, futsal, vôlei e basquete,  categoria masculino e feminino.

O Zonal de Juazeiro deverá ter a participação das cidades de Casa Nova, Sobradinho, Senhor do Bonfim, Campo Alegre de Lourdes, Caraíbas, Curaçá e Juazeiro. Já o Zonal de Seabra vai reunir equipes dos municípios de Ibititá, Morro do Chapéu, Lençóis, Irecê, João Dourado, Palmeiras, Andaraí e Seabra.
Os Jogos Abertos do Interior têm como objetivo  superar as barreiras da extensão estadual, democratizar o acesso ao esporte em todos os municípios, além de revelar novos talentos e gerar inclusão social.
A competição começou em 8 de dezembro de 1964, na cidade de Feira de Santana, por meio de cidadãos comuns ligados ao esporte. Nas primeiras edições, as modalidades disputadas foram vôlei (masculino e feminino), basquete e tênis de mesa (masculino).O comando dos Jogos Abertos do Interior passou às mãos da Sudesb em 1988, quando o evento foi ampliado para todo o Estado, exigindo a realização de zonais classificatórios em razão do grande número de participantes.
 

A equipe de Casa Nova com atletas jovens mostrou que tem força, mas ainda precisa fazer ajustes para driblar a inexperiência dos jovens atletas do grupo. No domingo dia 15/08 fez um jogo muito disputado contra  a forte equipe de Sobradinho, mas perdeu o jogo  por 49 a 46.  
Casa Nova, começou a competição na sexta feira, pressionado logo no primeiro jogo. Enfrentou Juazeiro nos seus domínios, o time  mostrou nervosismo e falta de costume com a defesa por zona, e permitiram que os adversários levassem a melhor no jogo.
No sábado a jovem seleção de Bonfim  com jogadores de 17 a 19 anos mostrou marcação por pressão, e ponto a ponto abriram uma diferença de mais de 20 pontos, ainda no primeiro período, o pivô Carlos, foi desqualificado do jogo pela interpretação dúbia do árbitro. A partir daí, a equipe Casanovense não se acertou em quadra e sofreu a segunda derrota na competição.

Nenhum comentário: