domingo, 5 de outubro de 2014

VOCÊ SABIA! QUE QUEDA DE BRAÇO É ESPORTE!

 O Brasil é uma força no esporte, na última competição mundial conseguimos mostrar como uma das forças da luta de braço e, após os dois primeiros dias, faturou 18 medalhas. Foram oito ouros, seis pratas e quatro bronzes, sendo que os primeiros dias de evento tiveram disputa no junior, master e deficientes. O destaque ficou para Chris Regiane, que faturou quatro títulos, todos que disputou. O sábado e o domingo são reservados para as disputas adultas, primeiro na mão esquerda e depois na direita.

A luta de braço (também conhecida como braço de ferro, quebra de braço ou queda de braço) é uma atividade esportiva em que dois contendores, com um dos cotovelos apoiados sobre superfície horizontal, enlaçam as mãos ou os punhos, e cada um, aplicando força muscular, tenta fazer o adversário desdobrar o braço.


A origem da luta de braço é imemorial, pois desde as mais antigas civilizações há registros desta prática em gravuras, pinturas, estátuas etc.

A partir da década de 1950 a luta de braço começou a se popularizar no Brasil. Em 1977 a luta de braço se oficializou no Brasil e em 1994 foi fundada a Confederação Brasileira de Luta de Braço (CBLB). 

As regras da luta de braço são simples. Os atletas competem divididos por categorias de idade, sexo e peso, conforme a massa corporal. Também competem portadores de deficiência física.
Os competidores deverão apoiar os cotovelos numa mesa padronizada, com o braço desnudo. Compete-se com o braço direito ou o esquerdo. Os polegares devem ficar unidos e entrelaçados e a mão livre segurar um pino lateral. Braços e pulsos devem estar inicialmente alinhados.
Deve haver árbitros para o alinhamento dos punhos e sinal de partida e avaliando para que não haja faltas.
Não há limite de tempo para cada luta.

Nenhum comentário: